(44) 99949-3599  |  /andrealmenaraoficial


Preso é espancado até a morte no presídio da Mandacaru.


O detento Henrique de Alencar Maravilha, de 29 anos, foi assassinado dentro das dependências do presídio da 9ª Subdivisão Policial de Maringá. O crime ocorreu no final da noite de sábado (17) quando dezenas de outros detentos que estavam no mesmo complexo bateram violentamente contra a vítima.

Henrique de Alencar foi espancado e não sobreviveu aos ferimentos. Os agentes de cadeia logo tomaram conhecimento que havia acontecido uma morte na carceragem e acionaram investigadores da Polícia Civil. Equipes do Samu deslocaram até o local mas quando chegaram o presidiário já estava em óbito.

O médico do Samu relatou que as lesões mais graves foram causadas no crânio da vítima. Os agentes de cadeia confirmaram que não foi usado nenhum instrumento cortante para matar o preso. Os autores do crime usaram apenas chutes e socos para tirar a vida da vítima. A Polícia Civil de Maringá confirmou a reportagem que Henrique de Alencar Maravilha foi preso pela Polícia Militar no dia 22 de fevereiro com outro comparsa em posse de uma motocicleta furtada e um simulacro de arma de fogo.

Henrique foi autuado no crime de receptação por estar com um veículo com queixa de furto. Dois presos se apresentaram aos agentes de cadeia logo após o crime querendo confessar o assassinato. O delegado Diego de Almeida, da Delegacia de Homicídios, solicitou um investigador para acompanhar os possíveis autores do crime para serem interrogados.

O delegado não descarta a hipótese que outros presos ordenaram que dois detentos recebessem uma certa pressão para assumir a morte de Henrique de Alencar. Os motivos ainda estão sendo apurados pela polícia.


Redes Sociais:

Compartilhar no facebook


Copyright © 2013-2018 Logicomp Soluções e TI & Logicomp Studio. Todos os Direitos Reservados