(44) 99949-3599  |  /andrealmenaraoficial


Suspeito de cometer assassinato em Sarandi é preso em barbearia


Foi preso na tarde desta quinta-feira (9), Bruno da Silva Campos, de 21 anos, foragido da Justiça. Bruno estava cortando o cabelo em um salão na avenida Guaiapó em Maringá. O delegado de Sarandi, Adriano Garcia, recebeu uma informação que o suspeito estaria na barbearia. Investigadores da Polícia Civil em poucos minutos deslocaram ao local da denúncia e localizaram o Bruno. O rapaz foi algemado e encaminhado para a delegacia.

Contra Bruno há duas acusações graves. A primeira é que ele tentou matar uma pessoa no Jardim Independência em janeiro de 2018. A vítima escapou dos tiros. A vítima além de sobreviver contou aos policiais que Bruno Campos seria o atirador. Estojos de pistola calibre 9mm foram recolhidos na época na cena do crime. Em setembro do mesmo ano, Bruno teria cometido um assassinato contra Sander Saulo Alves de Melo, de 25 anos.

No dia do crime, Sander que ocupava seu carro Ford Ka saiu de uma festa no Distrito do Vale Azul quando foi abordado pelo assassino que efetuou mais de 15 tiros em direção do motorista. Sander Saulo foi atingido por vários tiros entrando em óbito na ambulância do Siate. O perito criminal recolheu também estojos do mesmo calibre. Esses cartuchos foram submetidos a uma perícia no Instituto de Criminalística.

Os peritos chegaram a conclusão que os estojos deflagrados dos dois crimes foram disparados da mesma arma de fogo. O delegado Adriano Garcia, que está no caso, não tem nenhuma dúvida que Bruno esteja envolvido em ambos os crimes. Bruno Campos disse ao repórter André Almenara que não é culpado e que vai provar sua inocência na Justiça. O acusado já foi preso no crime de tráfico de drogas.


Redes Sociais:

Compartilhar no facebook


Copyright © 2013-2019 Logicomp Soluções e TI & Logicomp Studio. Todos os Direitos Reservados