A notícia sempre perto de você!
Maringá -PR | 23/06/2024 09:32
ANIVERSÁRIO MARINGÁAuto Posto BérgamoCloset KidCABEAR
CABEARAuto Posto BérgamoCloset KidANIVERSÁRIO MARINGÁ
Policial

REVIRAVOLTA NO CASO DO MENOR MORTO POR PM EM SARANDI

Compartilhe:
REVIRAVOLTA NO CASO DO MENOR MORTO POR PM EM SARANDI

Na manhã desta quarta-feira (31), o acusado de matar o adolescente Jadson José de Oliveira de 17 anos, o policial militar Marco Aurélio Onishi de 37 anos, foi ouvido na sede do 4º Batalhão da Polícia Militar de Maringá, onde declarou que quem executou a vítima foi seu parceiro de trabalho, o soldado Jonatan Vinicius Goulart de 31 anos.

O advogado de defesa de Onishi, Israel Batista de Moura, acompanhou o depoimento que durou cerca de 4 horas. No depoimento, o soldado Onishi que primeiramente foi acusado de ter cometido o assassinato do menor, relatou que o PM Goulart arrastou a vítima até o local onde o corpo foi encontrado e efetuou os disparos.

Onishi contou que ficou no interior da viatura no momento em que aconteceu os fatos, não conseguindo impedir que tal tragédia ocorresse, pois foi coagido e ameaçado de morte. O soldado Onishi não só sofreu ameaças pessoais, bem como sua família.

Diante de progressivas e constantes ameaças e temendo pela sua vida e de seus familiares, o policial se omitiu. O advogado de defesa de Onishi, disse por telefone ao repórter André Almenara que diante de tais declarações, a investigação deste crime toma um novo rumo.

No depoimento de hoje, Onishi contou detalhadamente como se deu o crime. Após a abordagem do menor que aconteceu na cidade de Sarandi, o soldado Goulart se dirigiu até a estrada rural dizendo para seu parceiro que iria apenas conversar com Jadson José de Oliveira.

No local do crime, o soldado Goulart desceu da viatura e teria retirado do camburão o menor apreendido, e que Onishi permaneceu no interior do veículo, só após alguns minutos ouviu os estampidos possivelmente de uma pistola.

No mesmo instante, Onishi desceu da viatura e perguntou o que tinha acontecido, onde o soldado Goulart relatou que tinha matado o menor por dívida de drogas, e que era para deixar o corpo no local que alguém iria depois recolher.

O soldado Onishi não teria concordado com a atitude de seu parceiro de trabalho dizendo que iria comunicar seu superior do ocorrido. Goulart então fez ameaças contra Onishi e sua família, e que após o crime, foram até uma empresa de transportes para lavar a viatura, e o soldado Goulart lavou seu cuturno e sua farda que estava suja de terra e sangue.

Ao chegar na Companhia da Polícia Militar de Sarandi, o soldado Goulart novamente tentou retirar a mancha de sangue de sua farda e deixou a calça do fardamento secando em um ventilador para terminar o turno de serviço.

Outros policiais que estavam no alojamento teriam presenciado a calça sendo seca por um ventilador. No início do final de semana, o Serviço Reservado da Polícia Militar (P2), fez buscas na casa de Onishi e encontrou seu fardamento de trabalho que foi apreendido e uma pistola modelo Bersa calibre 22.

Na residência do soldado Goulart, a P2 encontrou seu fardamento de trabalho, porém, com manchas de sangue. O soldado Goulart se apresentou na Delegacia da Polícia Civil de Sarandi na semana passada dizendo que quem cometeu o crime foi seu parceiro, porque tinha certeza que o soldado Onishi iria procurar seu comandante imediato, Capitão Gilson Dias, relatando o ocorrido, diante disso, o soldado Goulart se antecipou e culpou seu companheiro de farda.

O soldado Onishi contou hoje toda a verdade para o Comando da Polícia Militar devido a sua família não estar na cidade, sendo assim, se sentiu seguro em relatar o que exatamente aconteceu, não fazendo isso antes, temendo pela vida de sua esposa e filho.

Onishi está com duas prisões decretadas, prisão preventiva decretada pela Justiça Militar e prisão temporária de 30 dias decretada pela Justiça Comum de Sarandi. O soldado Goulart cumpre prisão domiciliar decretada pela Justiça Militar, visto que, como o caso é de dois policiais militares sendo um delator e outro delatado, não seria viável que os dois permanecessem presos no mesmo local.

O advogado Israel Batista de Moura, requer maiores detalhes na investigação como cariação e confronto balístico das armas apreendidas com o laudo cadavérico do IML de Maringá.

Uma camionete VW Amarok que foi roubada e encontrada nas imediações do local do corpo poderia ter sido usada posteriormente para retirar o corpo, visto que, em seu depoimento, o soldado Onishi ao indagar seu parceiro de trabalho se o corpo do adolescente iria ficar ali, teve como resposta que alguém depois passaria com uma "camionetinha" para retirar o cadáver.

A família de Jadson está acompanhando o caso e aguarda uma resposta da justiça para quem cometeu a morte do adolescente.

REVIRAVOLTA NO CASO DO MENOR MORTO POR PM EM SARANDI
Publicado em:
Atualizado em:
04/07/2023 17:40

Artigos relacionados

Criminoso envolvido em asssassinatos em Sarandi é morto pela RONE

Criminoso envolvido em asssassinatos em Sarandi é morto pela RONE

Um criminoso envolvido em vários crimes de homicídios foi morto durante um confronto com policiais da RONE, na tarde...Policial
Ler artigo
Dois bandidos morrem em confronto com a RONE em Maringá

Dois bandidos morrem em confronto com a RONE em Maringá

Criminosos utilizando um Honda Civic, fizeram um assalto no início da noite de terça-feira, 18, na Avenida Nildo...Policial
Ler artigo
Ladrão que roubou carro de uma gestante é morto durante confronto com policiais em Maringá

Ladrão que roubou carro de uma gestante é morto durante confronto com policiais em Maringá

Gilberto Farias Júnior morreu após ser baleado por policiais durante um confronto que ocorreu na noite de sábado,...Policial
Ler artigo
Criminosos envolvidos em assassinatos são presos durante operação policial em Sarandi

Criminosos envolvidos em assassinatos são presos durante operação policial em Sarandi

Três homens envolvidos em crimes de homicídios já estão sob custódia após uma operação policial que foi...Policial
Ler artigo
Grande quantidade de crack é apreendida em residência no Parque Hortência em Maringá

Grande quantidade de crack é apreendida em residência no Parque Hortência em Maringá

Uma operação do Setor Antitóxico da Polícia Civil resultou em uma grande apreensão de crack e maconha. Um casal...Policial
Ler artigo
Criminoso que estava indo matar uma pessoa em Sarandi acaba morto pela PM

Criminoso que estava indo matar uma pessoa em Sarandi acaba morto pela PM

O criminoso Maycon da Silva Dourado, de 22 anos, foi morto durante um confronto com a Polícia Militar de Sarandi. O...Policial
Ler artigo
Mulher de 30 anos morre ao sofrer acidente de moto em Sarandi

Mulher de 30 anos morre ao sofrer acidente de moto em Sarandi

O acidente foi no domingo, 9, na Estrada Jaguaruna, no Jardim França, em Sarandi. Erisneide Henrique Menezes estava de...Policial
Ler artigo
Ginecologista acusado por abuso sexual contra 34 pacientes deixa prisão com tornozeleira eletrônica

Ginecologista acusado por abuso sexual contra 34 pacientes deixa prisão com tornozeleira eletrônica

O ginecologista Hilton Cardim, réu por abuso sexual contra 34 pacientes, deixou a prisão na tarde desta sexta-feira,...Policial
Ler artigo
Publicidade
Auto Posto BérgamoCABEAR

Empresas Parceiras