Suspeito de matar ex-namorada se entrega na D.H

Jefferson Manoel de Lira, de 37 anos, se entregou na tarde desta terça-feira (18) na Delegacia de Homicídios de Maringá. O suspeito chegou acompanhado do seu advogado, Israel Batista de Moura. Um revólver calibre 32 foi entregue na delegacia. Jefferson matou a ex-namorada Daniele Paula da Silva Lima, de 28 anos, crime que ocorreu na madrugada de segunda-feira (17) no Jardim Campo Belo. 

A vítima tinha saído com o atual namorado de carro e ao retornar para sua casa foi surpreendida por Jefferson que aguardava dentro de seu automóvel. O suspeito bateu com a coronha do revólver no vidro do carro do namorado de Daniele e depois efetuou vários tiros. Infelizmente a jovem foi baleada no coração e morreu minutos depois de dar entrada no pronto socorro do Hospital Universitário. 

Jefferson contou aos policiais que no domingo (16) saiu com Daniele para almoçar e depois para beber cerveja em um posto de combustíveis que fica localizado na Avenida Mandacaru. Depois disso levou a jovem embora. A carteira com documentos pessoais de Daniele ficou no carro do ex. Horas mais tarde, Jefferson teria ido na casa de Daniele para devolver a carteira, mas viu que a jovem não estava na residência.

Jefferson então desconfiou que a mulher tinha saído com outra pessoa já que o carro dela estava na garagem. O suspeito saiu e depois retornou a chegada de Daniele. O advogado de defesa disse ao repórter André Almenara que Daniele estava saindo com o ex-namorado e com o atual. Israel Batista afirmou que seu cliente em um momento de desespero atirou e matou a jovem, mas que não tinha a intenção de cometer o crime. 

Jefferson Manoel de Lira foi ouvido logo após a sua chegada na delegacia e ficou preso pois havia um mandado de prisão expedido pelo Fórum de Maringá. Daniele que era mãe de uma menina de 3 anos foi velada e sepultada na cidade de Rosana, São Paulo.