Homem é preso após atear fogo em carros de parentes de sua ex-mulher

Cícero Leandro Biri, de 37 anos, foi preso pela Polícia Civil de Maringá na tarde desta quarta-feira (16) em uma casa no Conjunto Madrid. O homem é suspeito de ter colocado fogo em dois carros Hyundai HB20 que estavam estacionados em uma garagem de uma casa que fica localizada na Rua Cantor Raul Seixas, no Jardim Ipanema. O crime ocorreu na madrugada do dia 25 de dezembro. 

Cícero Leandro ateou fogo nos veículos porque um dos automóveis seria fruto de um casamento, e ele queria a ex-mulher dividisse o carro na separação. No dia em que o suspeito jogou material inflamável no automóvel, familiares que moram na casa estavam dormindo quando acordaram assustados com a explosão. O proprietário do imóvel teve o braço queimado porque precisou salvar duas crianças que estavam em um dos cômodos.

De acordo com familiares, Cícero que tinha ameaçado a atear fogo no veículo já teria dito que queimaria a casa. Diante das ameaças, o dono da casa procurou a Delegacia da Polícia Civil onde foi atendido prontamente pelo chefe da Furtos e Roubos de Maringá (SFR), Everaldo Fernandes. Equipes policiais se posicionaram e deslocaram até o bairro Madrid onde conseguiram deter Cícero Leandro Biri que foi algemado e conduzido para a delegacia.

O suspeito confessou aos policiais o crime. Cícero Leandro foi preso em julho de 2017 depois de ter cometido uma tentativa de homicídio contra um garoto de programa. Na época, Cícero desferiu cerca de 30 estocadas de chave de fenda na vítima após um desentendimento. O homem e o garoto de programa tinham consumido crack antes das agressões. Cícero foi preso no mês seguinte através de um mandado de prisão, mas foi solto meses depois pela justiça.