Morador de Pérola que estava desaparecido é encontrado morto

O supervisor de vendas, Tony Clayton, de 35 anos, morador da cidade de Pérola, que estava desaparecido, foi encontrado morto. A família estava angustiada em busca de informações para localizar o familiar. A Polícia Militar da cidade de Araruna localizou na tarde de sexta-feira (4), o veículo Fiat Stilo de Tony Clayton, desaparecido em Maringá desde o dia 2 de janeiro. Carlos Eduardo Plau de Souza, de 24 anos, que estava com o carro, foi detido pelos policiais militares. O suspeito seria morador da cidade de Sarandi.

Para os policiais militares que realizaram a prisão de Carlos, o suspeito não quis informar onde estava Tony Clayton. O detido disse apenas que o automóvel estava escondido em uma área rural na pequena cidade de Araruna. De acordo com a PM, a residência onde o veículo de Tony foi visto é do padrasto de Carlos, que era morador de Araruna.

Carlos Eduardo contou que deixou o carro na casa do padrasto alegando que não tinha garagem em sua residência, e que o veículo apresentava pendências de documentação. Os policiais encontraram também mensagens no celular do suspeito já tentando negociar a venda do carro. Assim que foi levado para a delegacia de Araruna, investigadores da Polícia Civil de Maringá deslocaram até Araruna para conversar com o suspeito.

Durante a conversa com os policiais, Carlos Eduardo confessou que matou Tony Clayton na cidade de Sarandi e depois levou o corpo da vítima no Fiat Stilo até a estrada Progresso em Terra Boa. O suspeito ainda comentou que estrangulou a vítima e depois colocou fogo no corpo de Tony já na cidade de Terra Boa. O motivo do crime seria um desentendimento ocasionado dentro de um motel na cidade de Sarandi.

A Polícia Civil descobriu que no dia 1 de janeiro deu entrada no Instituto Médico Legal de Campo Mourão o corpo de um homem. O cadáver estava carbonizado. O corpo encontrado era o de Tony Clayton. Carlos Eduardo foi transferido para Maringá no final da noite de sexta-feira onde permanece preso. O comando da Polícia Civil deve ouvir o suspeito na manhã de sábado.

Relembre o caso

Tony Clayton saiu da cidade de Pérola no dia 29 de dezembro de 2018 para fazer uma viagem. O rapaz passou por um hotel em Maringá e depois a sua última localização foi na Rua Antônio Volpato, em Sarandi. Depois disso, família começou a ficar preocupada e decidiu registrar um boletim de ocorrência e fazer apelos nas redes sociais postando fotos do rapaz desaparecido.