Principal suspeito de matar adolescente em Maringá está foragido

Carlos Alberto Dias da Silva, de 28 anos, é o principal suspeito de ter matado a garota Jeniffer Tavares Mologni, de 16 anos. Conhecido pelo apelido de “Lin”, Alberto  consta com várias passagens pela polícia. A adolescente teria conhecido Carlos Alberto em uma festa no último final de semana. O suspeito teria levado a garota para o motel no domingo dia 5 de maio e depois tirado a vida de Jeniffer. 

Um irmão de Carlos Alberto prestou depoimento na Delegacia de Homicídios de Maringá. Após ser ouvido por um escrivão e pelo delegado Diego Almeida, o rapaz foi liberado. Já Carlos teria saído da cidade e fugido para Campinas, São Paulo. Há uma expectativa que um advogado apresente o principal suspeito nas próximas horas na DH. 

O laudo do Instituto Médico Legal de Maringá confirma que a vítima sofreu lesões no crânio, morta por esganadura e ainda sinais de violência sexual. O corpo de Jeniffer foi encontrado na última segunda-feira (7) beirando uma mata no Loteamento Monte Sinai, em Maringá. O corpo da garota sepultado na tarde de quarta-feira (8) no Cemitério Municipal.