Principal suspeito de cometer assassinato na Vila Esperança é preso

Gilberto Farias Júnior, de 36 anos, foi preso pela Polícia Civil da cidade de Querência, no Mato Grosso do Sul. Gilberto é maringaense e morador da Vila Esperança. Ele foi detido com outros dois adolescentes em posse de uma arma de fogo e uma motocicleta furtada. No momento da prisão, os policiais constataram que Gilberto tinha um mandado de prisão temporária de 30 dias por um crime de homicídio.

Gilberto é o principal suspeito de ter matado a tiros Ronaldo Pereira Goulart, de 32 anos. O crime ocorreu em 7 de março de 2019 na rua Doutor José Carlos Struett, na Vila Esperança, em Maringá. A vítima tinha acabado de abrir uma lata de cerveja quando o autor do crime invadiu o quintal da residência e atirou contra Ronaldo que morreu na hora. De acordo com testemunhas, o assassino teria agido de capacete e fugido em uma motocicleta.

A Delegacia de Homicídios de Maringá (D.H) descobriu durante a investigação que o imóvel é frequentado por usuários de drogas. Gilberto Farias que é o suspeito de ter cometido o assassinato está sendo investigado. Policiais tentaram realizar a prisão dele mas não conseguiu pois já estava em outro Estado. O delegado Diego Almeida disse que provavelmente semana que vem providenciará a remoção de Gilberto para Maringá.