Família sofre a morte de jovem que se acidentou em Maringá

Completou 1 semana da morte de Matheus Henrique dos Santos, de 18 anos, que se envolveu em um acidente de trânsito na avenida São Judas Tadeu, no Conjunto Hermann Moraes de Barros, em Maringá. Matheus estava na garupa da moto pilotada por Lucas Gabriel da Silva, de 19 anos. Uma camionete Ford Ranger conduzida por Jeferson Jobim Vieira, de 31 anos, bateu na traseira da moto e atropelou os dois rapazes.

Matheus morreu na hora. Lucas foi socorrido com vida e encaminhado para o pronto socorro do Hospital Universitário. A dona Adriana Cristina Rocha, mãe de Matheus, recebeu o repórter André Almenara em sua casa. A senhora que há 18 anos teve dificuldade em gravidar de Matheus relata que foram muitas orações na época para ter o bebê. “Eu lutei tanto para ter meu filho e agora com 18 anos ele me deixa”, disse Adriana.

Ingrid Caroline é a irmã mais velha de Matheus. A dona Adriana conta que Ingrid foi adotada antes de engravidar do filho. “Criei ela com tanto amor, depois veio o segundo presente que foi o Matheus”. O jovem Matheus tinha recentemente aprovado nos testes para dirigir carro e moto. A sua carteira de habilitação ficou pronta esta semana. “Meu filho não teve nem tempo de pegar sua habilitação”. A mãe disse que ele pretendia fazer um churrasco para comemorar a chegada da CNH.

A família realizará neste sábado (25) às 15 horas um manifesto na avenida São Judas Tadeu. Haverá uma oração no local onde o jovem morreu. A família, amigos, e comerciantes do bairro, pedem uma faixa elevada para reduzir a velocidade dos motoristas que por ali trafegam.