Polícia Civil de Paiçandu prende suspeito e esclarece assassinato do mês de maio

A Polícia Civil da cidade de Paiçandu cumpriu um mandado de prisão temporária contra Santiago Batista da Silva, de 19 anos. O rapaz é suspeito de ter envolvimento na morte de Aleksandro de Souza Sodré, de 21 anos, que foi assassinado com 127 facadas. O crime ocorreu no dia 6 de maio na Estrada Conde, área rural de Paiçandu.

Durante as buscas, os investigadores apreenderam no guarda roupa da casa de Santiago uma faca que pode ter sido usada para matar Aleksandro. Um automóvel Renault Clio com placas de Paiçandu também foi apreendido pela polícia.

De acordo com informações, Santiago juntamente com Vittor da Silva Kaniel, de 19 anos, que está foragido, cometeram o crime de homicídio contra Aleksandro Sodré. Fabiano Aparecido Guedes, de 28 anos, que foi preso dias atrás com drogas na cidade de Colorado teria armado uma emboscada para a vítima.

O delegado Mateus Ganzer, que acompanhou toda a investigação, disse que a vítima Aleksandro foi pega em Iguaraçu onde morava e colocada no Renault Clio por Vittor Kaniel e Santiago Batista. Os dois suspeitos foram para Paiçandu e deslocaram para a estrada rural onde o crime ocorreu.

Santiago teria filmado com celular o assassinato de Aleksandro. No vídeo que a imprensa teve acesso mostra Vittor desferindo mais de 50 facadas contra a cabeça, pescoço e peito da vítima. A polícia diz que depois Santiago pegou a faca e também desferiu os demais golpes.

No vídeo aparece a tatuagem na perna de Vittor. Na tarde desta quarta-feira (19), o advogado de Santiago disse que ainda não teve acesso aos autos, mas afirma que seu cliente é inocente. Fabiano que está preso em Colorado ainda não interrogado pela polícia.

Uma testemunha afirma ter visto Vittor e Santiago na cidade de Iguaraçu colocando Aleksandro no Renalt Clio. Um mandado de prisão foi expedido para Vittor Kaniel que continua foragido.