Vida de homem com síndrome de down é salva por médico do Samu que estava em clube aquático

Um rapaz de 37 anos que é portador de síndrome de down quase morreu afogado no Ody Park Aquático. A ocorrência aconteceu no início da tarde de domingo (12) quando a vítima se afogou em uma das piscinas do clube. O visitante foi encontrado submerso e inconsciente.

A vítima que estava em parada cardíaca foi retirada da água. Um médico do Samu que estava passando horas de lazer com a esposa e filhos imediatamente ofereceu seus conhecimentos e habilidades para salvar a vida da vítima. O médico Leonardo Odebrecht começou a reanimação pulmonar no paciente.

A direção do clube solicitou apoio por telefone acionando equipes do Samu de Maringá. A equipe aérea composta pela Comandante Mariana, a enfermeira Jéssica Teixeira Lourenço, e a médica Cassia Izo, deslocaram ao local pousando a aeronave em sete minutos aproximado.

Após a vítima ser estabilizada pelas equipes, o Serviço Aéreo do Samu fez o transporte do paciente para o pronto socorro do Hospital Universitário de Maringá onde está sendo assistido pela equipe médica. O caso do rapaz é bastante grave.