Celular de estudante espancado em Maringá é localizado em festa clandestina

Após denúncia, a Polícia Militar de Maringá recuperou o celular Motorola G7 do estudante de letras da UEM, Jadson Gabriel dos Santos Machado, de 25 anos. Durante a madrugada desta quinta-feira (14), policiais militares deslocaram até a Rua Quatorze de Outubro, no Parque Industrial, em Sarandi.

No local, a PM encontrou uma festa clandestina que estava sendo realizada em uma chácara. Todos os participantes foram revistados pelos policiais. Um revólver calibre 38 municiado foi apreendido após um suspeito tentar arremessar pra fora da chácara.

Dois celulares também foram apreendidos. Um aparelho Motorola de propriedade do estudante Jadson foi localizado em posse de Vitor Alexandre Mariano Estevam, de 24 anos. O suspeito relatou aos policiais que teria comprado o celular por R$ 300,oo de um viciado em drogas nas proximidades de onde o estudante foi roubado.

Foi preso também Matheus Fernandes Riva Ramos, de 21 anos. Os dois rapazes foram algemados e conduzidos até o plantão da Polícia Civil de Sarandi onde foram autuados em flagrante. De acordo com informações, os dois detidos não teriam ligação com o crime contra o estudante. A polícia continua investigando.

Jadson Gabriel continua hospitalizado com várias fraturas em face, tórax e crânio. O jovem estudante teve dentes arrancados, e ainda continua em estado grave. A vítima foi brutalmente espancada durante assalto. Uma bicicleta e demais pertences foram subtraídos na Avenida Colombo, próximo da Rua Vereador Arlindo Planas.