Homem que matou com mais de 30 facadas mulher em Marialva é condenado

Márcio Antônio Correia, de 45 anos, foi condenado a 13 anos de prisão em regime fechado por ter assassinado a copeira Diva de Oliveira, de 45 anos. Diva foi morta com mais de 30 facadas em sua residência em julho de 2019 no Jardim Planalto em Marialva.

O Instituto Médico Legal de Maringá (IML) confirmou na época que Diva foi golpeada com 40 facadas. Em depoimento na delegacia de Marialva, o autor do crime de feminicídio contou que teve um relacionamento com Diva mesmo estando casado.

Ele relatou em seu depoimento que já não mantinha mais relação com Diva porque teria voltado com a morar com a esposa. Márcio disse que matou Diva porque ela estaria enviando mensagens no celular da esposa. Esse teria sido o motivo do crime.

Após matar a mulher, Márcio tentou se esconder no quintal da casa da vítima, mas foi preso em flagrante por policiais militares da cidade de Marialva. Márcio deve deixar a prisão dentro de quatro anos e continuar cumprindo a sentença no regime semi-aberto.

Os advogados de defesa do réu saíram satisfeitos com o resultado da sentença. Já a família de Diva não gostaram da quantidade de anos de condenação.