Jovem de 22 anos é executado a tiros no Jardim Alvorada em Maringá

Luan Ricardo do Nascimento, de 22 anos, foi morto a tiros na noite de sábado, 9, na Rua Montevidéo com Avenida Pedro Taques, no Jardim Alvorada. Luan que estava com mandado de prisão em aberto estava na companhia de uma mulher quando o autor do crime chegou ao local e efetuou os tiros contra a vítima.

Luan Ricardo foi atingido por pelo menos 5 tiros. A Polícia Militar foi informada do crime e rapidamente chegou ao local. De acordo com informações, Luan antes de morrer conseguiu falar para os policiais o nome do atirador. Imagens de câmeras de um estabelecimento comercial foram solicitadas pela polícia.

Após uma breve análise, os policiais prenderam no local um funcionário da tabacaria. O detido teria comemorado a morte de Luan, e ainda seria suspeito de ter emprestado a arma de fogo para o autor matar a vítima. Leonardo Mateus Rodrigues, de 25 anos, vulgo ‘Bolachinha”, foi conduzido para a Delegacia da Polícia Civil.

Um investigador da Delegacia de Homicídios apreendeu o equipamento que armazena imagens do circuito interno de vídeo do estabelecimento. Luan Ricardo estaria envolvido no tráfico de drogas. O autor do assassinato teria permanecido na mesma cela quando Luan estava preso.

A cidade de Maringá contabilizou dois crimes de homicídio em menos de 24 horas. O primeiro caso ocorreu na madrugada de sábado, 9, no Conjunto Santa Felicidade. Um homem de 42 anos foi ferido por várias facadas morrendo no local.