Rapaz que foi espancado em Maringá morre no H.U

A família do jovem William Roberto Cupertino Albrest quer um posicionamento da Polícia Civil de Maringá sobre um crime de agressão que resultou em morte. William de 23 anos foi brutalmente espancado na noite do último sábado na Rua Pioneiro Jacob Unt, no Conjunto Hermann Moraes de Barros.

A dona Cristiane procurou a reportagem para dizer que houve uma briga em sua casa envolvendo William e a sua filha, irmã de William. Algumas pessoas de fora que não fazem parte da família entraram no meio da confusão. William não teria gostado e se irritou com as provocações.

A mãe de William conta que quatro homens e uma mulher teriam participado dos insultos e agressões. William foi agredido com um pedaço de madeira. Os golpes atingiram sua cabeça. No dia dos fatos, a vítima foi socorrida pelo Samu e transportada até o pronto socorro do Hospital Universitário.

No final da manhã desta quarta-feira, 24, a família recebeu a notícia do falecimento de William. A dona Cristiane disse que os responsáveis precisam ser presos pelo crime contra seu filho.