Criminoso que matou a madrasta é preso pela Delegacia de Homicídios

Renan Francisco Alves da Silva, de 24 anos, foi preso por policiais da Delegacia de Homicídios de Maringá. Renan matou com mais de 20 facadas a madrasta Neide Aparecida Balivieira Bezerra, de 45 anos. A vítima estava em sua casa na companhia da filha de 10 anos quando foi atacada pelo enteado.

O crime de feminicídio ocorreu por volta de 5 horas da manhã desta quinta-feira, 12, na Rua Cajueiro, no Loteamento Madrid. O pai de Renan chegou a ver o filho correndo logo após cometer o assassinato. O senhor Renê entrou no imóvel e viu a mulher caída.

O marido de Neide disse aos policiais que o filho tinha ciúme do relacionamento dele com a esposa. Renan chegou a enviar um áudio ao pai minutos depois de matar a madrasta. No áudio o assassino disse que matou com gosto a mulher não demonstrando arrependimento.

O pai de Renan contou também que o filho agrediu a própria esposa na semana passada dentro da expoingá. A polícia acredita que nas próximas horas o criminoso deverá se apresentar com advogado na Delegacia de Homicídios.